Londrinando, mostrando o que Londrina tem de melhor!

Festejando a Primavera

22.09.2016 / POR Londrinando

Festejando a Primavera

Para comemorar a chegada da estação mais colorida do ano, a Primavera, a Série Palcos Musicais 2016 programou para o dia 23 de setembro, um concerto para violino e violão com o Duo Borgomanero-Meirinhos, renomados músicos internacionais que estão atualmente empenhados na divulgação da música brasileira escrita originalmente para esta formação. A apresentação será às 20h30 no Centro Cultural SESI/AML, em Londrina, com ingressos a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

No programa da noite estão peças de Bach ("Ciaccona" da Partita nº 2 em ré menor, violino solo); Flausino Valle (Prelúdio para Violino Solo nº 22, "Mocidade Eterna"); Villa Lobos (Prelúdios para violão solo e Ária da Bachiana nº 5 para violino e violão); Leo Brouwer ("Elogio de la Dança", violão solo); Ronald Dyens (Libra Sonatina, violão solo); Niccoló Paganini (Sonata Concertata para violino e violão); Astor Piazzola (História do Tango para violino e violão); e Guerra Peixe (Dueto Característico para violino e violão e Mourão, "De Viola a Rabeca" para violino e violão).

A Temporada da Série Palcos Musicais é organizada pela Artis Colégium e tem o patrocínio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PROMIC), Unimed e John Deere/ Horizon. Conta com o apoio da Rádio UEL FM, CBN, Hotel Crystal, Londrina Convention, Brasiliano e Livraria da Silvia.

No sábado (24) às 10h, no Centro Cultural SESI/AML, está programado um Masterclass com o Duo. As inscrições custam R$20 e R$10 e devem ser feitas na hora. Serão quatro vagas para participantes ativos e vagas ilimitadas para ouvintes.

Violino e Violão
O Duo Alessandro Borgomanero (violino) e Eduardo Meirinhos (violão) foi formado em 2004, durante o Festival de Verão (CIVEBRA) de Brasília, onde os músicos se encontraram e apresentaram com sucesso um recital inteiro com obras dedicadas a estes dois instrumentos.
Após o sucesso da estreia, eles receberam vários convites para apresentações em cidades como Brasília, Belo Horizonte, Palmas (TO), Cuiabá e Goiânia. Participaram também de concertos na Semana da Música de Ouro Branco, no Festival Internacional de Brasília e no Canto da Primavera em Pirenópolis.

Empenhados em divulgar a música brasileira escrita originalmente para esta formação, foram convidados pelo projeto SESC Partituras, em 2014, para fazer vários concertos pelo Brasil com uma homenagem aos 100 anos de nascimento do grande compositor brasileiro Guerra Peixe.
 
Tanto Eduardo quanto Alessandro têm formação acadêmica feita em vários países da Europa, e também nos Estados Unidos, além de grande carreira nacional e internacional como instrumentistas. Ambos residem em Goiânia desde 1998 e são professores da Escola de Música da UFG, onde desenvolvem um intenso trabalho pedagógico.

Alessandro

ALESSANDRO BORGOMANERO
Nascido em Roma, formou-se com o título de Mestre em 1992 na Universidade de Música Mozarteum, de Salzburg, na classe do violinista Ruggiero Ricci. Continuou seus estudos com renomados violinistas como Boris Belkin, Salvatore Accardo e Rodolfo Bonucci.
Apresentou-se como solista frente a várias orquestras tais como: Orquestra de Câmara de Budapeste, Salzburg Chamber Soloists, Philadelphia Virtuosi, London Mozart Players, Virtuosos de Salzburgo, Orquestra de Câmara de Berlim, Orquestra Sinfonietta Salzburg, Bachiana Filarmônica, Sinfônica de Vaasa (Finlândia), Sinfônica de Guayaquil, Sinfônica Nacional do Ecuador, Orquestra L´Armonica Temperanza di Roma, Camerata Filarmonica Siciliana, Tblisi State Chamber Orchestra (Georgia), e com a maioria das orquestras sinfônicas do Brasil.
Em 2002 realizou a primeira execução brasileira do Concerto nº 2 para violino de Schostakovich, em Curitiba. No ano de 2005 apresentou-se como solista com a Orquestra de Câmera do Kremlin (Rússia), em dois concertos no auditório do Kremlin em Moscou. Em 2009 fez a estreia do concerto para violino de Jaime Zenamon com a Orquestra Sinfônica do Paraná e no ano de 2015 foi convidado para tocar a estreia mundial do concerto para violino, saxophone e orquestra de Helene Rasquier, no Carnegie Hall de Nova Iorque com a New York Sinfonietta.
Em duo com violino e piano, e como integrante do Quarteto Mozarteum, de 1994 até 2000, obteve elogios do público e da crítica especializada em tournées por diferentes países como Áustria, Escócia, Inglaterra, França, Holanda, Portugal, Alemanha, Itália, Japão, Rússia, Austrália, Estados Unidos, Canadá, Peru, Equador, Argentina, e Uruguai.
Apresentou-se em salas de concerto importantes como no Grosses Festspielhaus em Salzburg, Musikverein de Viena, Palao de la Música de Barcelona, no Tivoli em Copenhague, Alte Oper de Frankfurt, Bunkakaikan e Sala Pablo Casals em Tóquio, no Teatro Olímpico de Roma, no Teatro Colón em Buenos Aires e na Sala São Paulo. Gravou vários programas para a rádio e televisão, como a BBC de Edimburgo, NHK de Tóquio, ORF de Salzburg e para a RAI Italiana.
Participou com concertos em diversos festivais de música como no Festival de Verão de Salzburg em um concerto de música de câmara com a cantora Jessye Norman, Festival de Música de Edimburgo, nas Semanas Filarmônicas de Salzburg com integrantes das Orquestras Filarmônica de Viena e de Berlim, Festival Mozart de Tóquio, e no Festival de Inverno de Campos do Jordão.
Ministrou masterclasses para violino na Escola Superior de Música de Viana (Portugal) e em quase todos os festivais de música do Brasil. Gravou vários CDs pelos selos Kreuzberg Records (Alemanha), Nami Records (Japão) e Classic Sound (Áustria). A sua discografia inclui dois CDs gravados com o Mozarteum Quartett, com quartetos e quintetos de Mozart com o clarinetista Wenzel Fuchs da Filarmônica de Berlim, um CD de violino e violão com um arranjo dos Quadros de uma Exposição de Mussorgsky e outro com peças virtuosísticas para violino e piano. Em 2011 gravou um CD com obras inéditas de compositores brasileiros para violino e orquestra de cordas como solista e diretor artístico da Camerata Filarmônica de Goiás.
Vive em Goiânia desde 1999 onde é professor de violino na Universidade Federal de Goiás. De 2003 a 2007 foi o regente titular da Orquestra de Câmara Goyazes, liderando a orquestra em mais de 90 concertos por vários estados brasileiros. Desde 2012 está à frente da Orquestra Filarmônica de Goiás. Como reconhecimento pelas suas realizações na área da música em Goiás, recebeu em 2006 o título de Comendador da Ordem do Mérito Anhanguera, outorgado pelo Governo do Estado.

EDUARDO MEIRINHOS
Eduardo Meirinhos é violonista clássico com performances que se estendem por diversos países da América do Sul, da Europa e Estados Unidos. Recebeu inúmeras premiações em concursos, incluíndo VI Premio Eldorado de Música (São Paulo, 1991), I Concurso de Violão de Araçatuba (Araçatuba, 1990), IV Concurso de Música Erudita Brasileira (São Paulo, 1978), Concurso de composição Troféu Bach (1981, 82, 83), etc.
Formou-se na Alemanha na Staatliche Hochschule für Musik und Theater Hannover em 1989. Concluiu seu mestrado em musicologia pelo Departamento de Musica da USP (Universidade São Paulo) em 1997 e em 2002 obteve o título de doutor em música-performance (DM - Doctor of Music) na Florida, EUA, na School of Music da Florida State University.
Eduardo é professor efetivo de violão na Escola de Música e Artes Cênicas da Universidade Federal de Goiás, UFG, onde leciona Violão, Música de Câmara e Literatura Violonística, além de fazer parte do programa de pós-graduação da escola, onde atua como orientador e professor de disciplinas. Eduardo foi diretor da Escola no período de 2007 a 2010. Atuou em 2013 como Diretor Técnico da Orquestra e Coro Sinfônicos, Banda de Música e Banda Marcial do município de Goiânia.
Dentre suas iniciativas inclui-se a 1ª performance mundial da peça Lisistrati do compositor grego Nikos Platirrachos, 1ª performance mundial de Laudate Dominae, Toada Triste, Um tranquilo Entardecer e Cantiga de Ninar do compositor brasileiro Siegfried Schmidt e 1ª performance nacional de Variations sur un Theme de Django Reinhardt do compositor cubano Leo Brouwer.
Em 1997 gravou o CD Radamés Gnattali, Sonatas e Sonatinas. Em 2007 lançou o CD solo Eduardo Meirinhos em Recital. No momento está em processo de gravação do CD Sonata

Serviço
Série Palcos Musicais Temporada 2016
Duo Borgomanero (violino) e Meirinhos (violão)
Quando: Sexta-feira (23)
Horário: 20h30
Local: Centro Cultural SESI/AML (Praça Primeiro de Maio)
Ingressos: R$20 (inteira) R$10 (meia)
Local de venda: Brasiliano Bar e Cozinha (Rua Espírito Santo, 655 - 3322-9211); Livraria da Silvia (Rua Belo Horizonte, 900, Loja 19 - 3026-9339); e no Teatro Crystal Palace, somente no dia do evento, após as 18h.


Informações da Assessoria de Imprensa - Palcos Musicais
Fotos: Divulgação