Londrinando, mostrando o que Londrina tem de melhor!

Arquitetando – S01E00 – Episódio Piloto – A Proposta

31.05.2017 / POR Londrinando

Arquitetando – S01E00 – Episódio Piloto – A Proposta

O QUADRO

O quadro ARQUITETANDO, no ar todas as quartas-feiras nos stories do @londrinando no Instagram, surgiu através da parceria entre os meninos do LONDRINANDO e as arquitetas do COLETIVO.GAVETA, com o objetivo de mostrar que a boa arquitetura pode existir na simplicidade e dentro da sua realidade.

A cada episódio vamos demonstrar como é possível qualificar os espaços de um apartamento de forma simples e econômica, respeitando os gostos, desejos e vontades de seus usuários (Rafa e Matheus), com intervenções graduais que no final resultarão em ambientes agradáveis, descontraídos e cheios de personalidade.

 

A SALA INTEGRADA

A sala integrada (sala de jantar + sala de estar + sacada) foi o ambiente escolhido para começarmos a intervir a pedido dos próprios meninos, que afirmaram ser o espaço mais utilizado da casa, onde eles recebem visitas, passam o tempo com o Benedito e gravam muitos dos Stories que todo mundo gosta de assistir.

Definida a sala como primeiro ambiente a ser qualificado, começamos então o processo de levantamento do espaço. Tiramos as medidas de todas as paredes, pé-direito (altura do piso ao teto), aberturas (portas e vão entre a sala e a cozinha) e fizemos um inventário de todos os móveis e objetos existentes.

Além disso ficamos um tempão conversando com o Matheus e o Rafa para entendermos um pouquinho como a rotina deles no apartamento acontece, o que eles estão esperando para o ambiente, quais são suas preferências, desejos e aspirações. Enfim, entendemos que a nossa casa deve contar a nossa história, por isso ouvimos um pouco a história dos meninos, para que nosso projeto possa ajudar a contá-la também.

Terminada a etapa do levantamento passamos para a fase da elaboração da proposta, concebida a partir das diretrizes:

- ser financeiramente acessível;

- tentar aproveitar ao máximo os móveis e objetos decorativos existentes;

- ser de fácil execução;

 

A PROPOSTA

Nossa proposta começou com um diagnóstico da situação atual do apartamento dos meninos. Analisamos todo o mobiliário existente para avaliar tudo o que poderia ser aproveitado e o que deveria sair. A partir disso, partimos para um projeto agregando novos usos aos espaços não utilizados, priorizando os fluxos, setorizando as funções e integrando todos os ambientes ao mesmo tempo, além de utilizar os elementos existentes que valiam a pena permanecer.

Neste caso, como os meninos possuem bem pouca mobília, decidimos que apenas as cadeiras da mesa de jantar e o rack da sala de estar deveriam ser trocados. Nesse caso, os móveis encontram-se em perfeitas condições, porém não dialogam muito bem com a personalidade do Rafa e do Matheus. As cadeiras, com encosto alto e de couro preto, são elementos que “pesam” muito no ambiente, dão a sensação de ocupar muito mais espaço e geram um ar de seriedade, que não combina muito com a personalidade dos meninos.

O rack foi o outro elemento eleito a ser substituído ou reformado. O rack deles, no caso, funciona como uma espécie de aparador + painel para tv, porém, por não acompanhar a parede toda, tanto em largura quanto em altura, gera uma certa descontinuidade no ambiente. Nossa solução para esse problema, seria reformar o móvel, retirando a parte do painel, aproveitando esse material para recriar um móvel baixo, dando suporte para a tv e outros objetos, liberando assim, a parede.

Definidos os móveis que serão substituídos, começamos a elaborar o que chamamos de “PLANO DE AÇÃO”. O nosso plano de ação seria uma proposta genérica, no sentido na não ter especificações definidas de cores, marcas ou texturas. O intuito desse plano seria demonstrar nossa ideia geral de disposição de mobiliário, otimização dos fluxos, principais intervenções decorativas e pontuais de pintura. Como vamos decorar a casa dos meninos de forma gradual, onde faremos as alterações aos poucos, conforme a disponibilidade de tempo de dinheiro deles, a ideia do plano de ação, é que eles (e vocês, claro) consigam ter uma visão geral do projeto. Pois, apesar de pontual, as intervenções fazem parte do todo do projeto.


Bom, basicamente nosso plano de ação é bem simples, onde podemos dividir a sala em 3 ambientes principais:

>> SALA DE JANTAR

Para a sala de jantar propomos a troca das cadeiras atuais (de couro preto com encosto alto) por cadeiras de materiais mais leves, com encostos mais baixos (recomendamos poucos centímetros mais alto que o tampo da mesa) e cores mais suaves. Vamos aproveitar a mesa existente, preta com armação em metal e tampo de vidro, assim como as banquetas altas que dão suporte para a bancada da cozinha, de madeira clara com trançado de palha sintética.

Também pensamos em camuflar o tampo de granito da bancada, que possui uma textura bem diferente do que acontece em todo o ambiente da sala, sugerimos então, inicialmente, uma pintura em meia-parede, tomando como altura limite o tampo de granito (h=1.10 cm), e fazendo um “L” com a parede da bancada e a parede da sala de jantar.

Para a abertura da bancada da cozinha, sugerimos uma prateleira na largura da parede, instalada a 85 cm da bancada. Nessa prateleira os meninos podem guardar vidros com bolachas, biscoitos e outros presentinhos que eles vivem ganhando dos seus seguidores, além de algumas plantinhas, para alegrar ainda mais o ambiente. Essa é outra dica importante: a maneira mais fácil e barata de humanizar um espaço é utilizando plantas.

Para finalizar a sala de jantar, locamos um aparador, que além de auxiliar no armazenamento de louças e utensílios de cozinha, também dá suporte para objetos decorativos. Além disso, em eventuais almoços ou jantares, os alimentos podem ser dispostos nele, liberando o espaço da mesa. Sobre o aparador sugerimos um espelho, pois é sempre bom ter um espelho perto da porta de entrada para dar aquela olhada rápida no look e na face antes de sair de casa.

Dando o toque final, do lado do aparador ficarão duas banquetas baixas que sugerimos ser de modelos e cores diferentes para compor o espaço como elementos decorativos e serem usadas quando houver a necessidade de sentar mais pessoas à mesa.


>> SALA DE ESTAR

Para a sala de estar, começamos mudando a disposição atual do sofá, otimizando o fluxo, aumentando o espaço do estar e promovendo uma maior integração dos ambientes. A sobreposição de tapetes também é uma ótima dica para aumentar o espaço da sala. Nesse caso, vamos aproveitar o tapete que eles já têm, incluindo mais um para que a sobreposição aconteça e a sala não fique limitada ao alinhamento com a parede da tv. Também propomos a troca do rack por um móvel menor e mais baixo, liberando os “cantos da parede”. No canto ao lado da sacada, sugerimos uma composição com vasos de plantas, para dar continuidade com a nossa proposta de “varanda verde”. Já o canto do lado da sala de jantar, sugerimos um pufe baixinho e largo, para criarmos um espacinho super especial para que o Benedito também se sinta acolhido nesse novo ambiente.

Outro elemento que incluímos, a pedido do Matheus e do Rafa, foi uma poltrona, bem confortável, para que eles possam ler com tranquilidade. A vantagem da poltrona é que ela fica “solta” no espaço, então, é possível colocá-la em outra posição quando quiserem encher a casa de gente, por exemplo. Como elementos funcionais e decorativos, propomos uma cortina para a porta da sacada e mesinhas de apoio nas duas laterais do sofá.

Para a decoração, pensamos em uma composição de quadros e objetos na parede, utilizando vários itens que eles já possuem e novos elementos que vamos ajudá-los a escolher. O legal dessa dica é que, no caso deles que moram em um apartamento alugado, a decoração não é fixa, podendo ser “levada embora” junto com eles caso resolvam se mudar. E vale tudo para essa parede, desde pratos decorados, pôsteres de banda, cartazes de filmes, mapas de metrô, lembranças de viagens, fotos de família... O objetivo é você colocar na sua parede aquilo que vai te lembrar de algo bacana, que você vai olhar e se recordar de uma história.

>> SACADA/VARANDA

Como mencionamos acima, nossa ideia para a sacada é a de criar uma varanda verde, um cantinho com um jardim vertical e algumas plantas suspensas (a vantagem destas é que liberam o espaço no piso, uma boa estratégia para espaços pequenos), junto com uma cadeira confortável, estilo cadeira de jardim.

Ainda para a varanda, que tem parte de seu guarda-corpo em vidro com insulfilme azul, propomos uma pintura em uma cor escura na parte de alvenaria, que tenda para o azul do vidro, para dar continuidade para essa meia parede.

 


CONSIDERAÇÕES

Como já dissemos, o objetivo do nosso trabalho é mostrar que a arquitetura pode ser acessível a todos. Bons espaços podem ser criados de acordo com a realidade do seu bolso. Nossa parceria com os meninos do LONDRINANDO visa demonstrar que podemos qualificar os espaços de maneira simples e econômica. Ainda mais em caso como o deles, o de morar em imóveis alugados, onde se dedicar a decorar os espaços pode parecer um investimento perdido.

Nos acompanhe todas as quartas nos Stories do @londrinando, que estaremos dando dicas, respondendo dúvidas e decorando o apartamento desses meninos de maneira criativa e divertida!

 

Fonte: Histórias de Casa

 

Fonte: Pure How

 


Fonte: Histórias de Casa

 

Fonte: Histórias de Casa

Você também pode gostar

MULHER TEM VOZ

MULHER TEM VOZ

20.08.2016 / POR Londrinando

Móveis Brasília completa 50 anos

Móveis Brasília completa 50 anos

21.06.2017 / POR Londrinando