Diversidade

Mulheres vítimas de abuso e violência em Londrina têm atendimento social, psicológico e jurídico gratuito

por Mariana Paschoal 28/05/20

O Brasil registrou um aumento de 35% nas denúncias de violência doméstica contra a mulher desde que o isolamento social para conter o coronavírus começou. Os dados são do Ministério da Família, Mulher e Direitos Humanos. Mas o problema não é de agora: milhões de mulheres em todo o mundo sofrem diversos tipos de violência todos os dias e muitas delas sentem vergonha ou medo de denunciar seus agressores.

Em Londrina, mulheres que se encontram em situação de violência doméstica e familiar podem recorrer ao Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CAM). O Centro oferece atendimento social, psicológico e orientação jurídica gratuitos e especializados. Para entrar em contato com o CAM, o telefone é o (43) 3378-0132.

Reconheça as formas de violência contra a mulher:

  • Violência psicológica: humilhar, insultar, isolar, perseguir, ameaçar...
  • Violência sexual: estuprar, assediar, impedir o uso de preservativo, forçar a relação...
  • Violência patrimonial: reter, subtrair ou destruir objetos e bens pessoais, controlar o dinheiro...
  • Violência física: empurrar, churar, amarrar, bater, violentar...
  • Violência moral: caluniar, injuriar, difamar...

Vale lembrar que essas foras de violência nem sempre partem de parceiros amorosos. Muitas mulheres sofrem abusos de amigos e familiares.

O que fazer em caso de violência doméstica e familiar contra a mulher?

Confira abaixo como denunciar e como pedir abrigo:

Lembre-se: você não está sozinha! Denuncie!

Publicidade

Publicidade

Como anunciar?

Mostre sua marca ou seu negócio para Londrina e região! Saiba mais