Londrinando - Mostrando o que Londrina e o Mundo têm de melhor.

Conhecendo Arraial d’Ajuda

22.11.2018 / POR Londrinando

Conhecendo Arraial d’Ajuda

O que você precisa saber para aproveitar ao máximo esse refúgio a poucos minutos de Porto Seguro

 

A poucos minutos de Porto Seguro, Arraial d’Ajuda é um distrito de menos de 30 mil habitantes. A melhor forma de chegar até lá é ir de avião até Porto Seguro e depois seguir para Arraial em um trajeto de mais ou menos meia hora – dá pra pegar algum transfer ou alugar um carro – se você estiver em mais pessoas, vale a pena o aluguel, visto que o valor dos transfers não é tão em conta (R$ 150, em média).

Arraial d’Ajuda leva esse nome por conta de Nossa Senhora d’Ajuda, que, aliás, tem uma Igreja em sua homenagem, uma charmosa construção que teve sua primeira versão em 1549, feita pelos Jesuítas. Ou seja: tem história pra caramba nessa região, já que foi ali nos arredores, em Porto Seguro, no sul da Bahia, onde o Brasil foi descoberto e tudo começou.

 
Foto: @donorteaonorte

Pra você que tem viagem marcada para Arraial D’Ajuda ou está pensando em fazer do local o seu destino de férias, selecionamos algumas dicas para você aproveitar ao máximo esse refúgio. 

 

Conheça a Igreja de Nossa Senhora D’ajuda e aprecie a vista de lá

Atrás da Igrejinha da padroeira da cidade, há outro famoso cartão postal: o muro cheio de fitinhas de pedido atrai turistas cheios de fé e outros sedentos por belas fotos. Não dá pra deixar de ir! Além do cenário colorido, a vista do local é das mais belas! 


Foto: @jullian.nutro

Coma no Restaurante Paulo Pescador

Tá aí uma unanimidade quando se fala em Arraial D’Ajuda: todo mundo vai te mandar comer no Restaurante Paulo Pescador. Com pratos bem brasileiros, com preço justo, peixes frescos e arroz e feijão, o restaurante tem várias opções, como moqueca e strogonoff de camarão. Os pratos são apresentados como sendo para uma pessoa, mas são super bem servidos - dá para dividir em duas pessoas tranquilamente.

 
Foto: @tipsbygelly

Experimente os sucos e sorvetes diferentes

Jaca, cupuaçu, graviola, mangaba e cajá são alguns dos sabores que não são tão comuns para nós do sul, mas que lá no nordeste bombam em todas as sorveterias e casas de suco. Deliciosos e diferentes, vale a pena provar todos os sabores e escolher o seu preferido.

 
Foto: Londrinando

Visite Trancoso

5 dias inteiros são o suficiente para conhecer bem as praias de Arraial e também aproveitar outros passeios por perto: Trancoso fica a 40 km de carro de Arraial e vale a visita. Dá pra pegar alguns dos pacotes oferecidos por agências de turismo de lá ou, se você gostar de aventura, ir a pé! Segundo o site Viagem & Turismo, com 12 km de percurso, “Coqueiros, falésias e duas travessias de rio estão no roteiro de quem encara uma das mais belas caminhadas do litoral brasileiro”. Se você quiser pegar praia, a dica de ouro é não deixar de visitar a Praia do Espelho, mas se informe sobre a maré antes e evite ir em dias de muito vento – o mar vida mexido e perde um pouco de sua beleza e águas cristalinas.  O Quadrado, centro de Trancoso, já vale a visita e é um charme, cheio de restaurantes, lojas e outros estabelecimentos em uma casinha colorida mais bonita do que a outra. É lá também que fica a bela igrejinha do local.

 
Foto: @alexsousa09

Passe um dia em Caraíva

Caraíva é uma vila de pescadores cheia de encanto. Quem vai, não esquece. Só pra chegar lá já é necessário dar uma pausa na rotina e encarar a travessia de canoa até o vilarejo. “Com mochilas e bolsas acomodadas nas canoas a remo, é hora de embarcar. Dê uma olhada a seu redor; você vai começar a ser encantado. [...] O céu, o rio, o mar lá adiante e o mangue completando a moldura, um espetáculo da natureza para dar boas vindas”, dizem as informações no site de Caraíva. Para quem quiser realmente uma imersão nesse universo bucólico, o ideal é dormir por lá pra poder aproveitar bem – há diversas opções de hospedagem e a vida noturna é cheia de arrasta pé, principalmente no Forró do Pelé e no Forró do Ouriço.


Foto: @laistarga