Londrinando, mostrando o que Londrina tem de melhor!

Volta ao mundo em Londrina: um passeio leve e delicioso pelo Havaí do Oahu surfers food

08.03.2019 11:59 / POR Layse Barnabé de Moraes

Volta ao mundo em Londrina: um passeio leve e delicioso pelo Havaí do Oahu surfers food

Oahu é uma ilha havaiana, mas é também o nosso destino no Havaí em plena cidade de Londrina. Idealizado pelo casal Rafaella Kojima e Conrado Rauen, ele morou quatro anos no Havaí e lá trabalhou em restaurantes. Quando voltou, já tinha as receitas dos pokes, mas nada de abrir um restaurante... Foi aí que, anos depois do seu retorno, conheceu a Rafaella, em dezembro de 2017, e abriram o Oahu em março de 2018 – localizado pertinho da Av. Higienópolis, praticamente grudado com o Mercado Guanabara, na parte de cima (R. Assunção), em um cantinho charmoso do bairro.

Rafaella é arquiteta e tem bastante experiência na parte administrativa, mas nunca pensou em ter um restaurante: “Conrado me fez um ceviche na quarta vez em que a gente se viu e eu pensei: vamos abrir um restaurante”.  “A gente não se larga. É uma história muito bonita”, conta Conrado, emocionado. “Eu tinha os pokes e os molhos e ela inventou as combinações”, completa ele. A história dos dois, que se conheceram pelo aplicativo Happn, ganhou até mesmo homenagem no cardápio: o Poke Happen é o campeão de vendas  e está disponível em duas versões – salmão ou atum.

A empreitada cheia de sabores e delícias do primeiro Oahu acabou fazendo com que o irmão de Rafaella, Gustavo Kojima, abrisse um segundo endereço junto com Jéssica Eurich no Gastropark. Lá dá pra montar pokes por R$ 32, escolhendo uma base, uma proteína, três acompanhamentos e dois toppings e também conta com a porção de pastel de shitake.  “Eles abraçaram a ideia e está tudo em família”, contam Rafaella e Conrado.

Com menos de um ano de vida de Oahu, Conrado e Rafaella explicam que as pessoas vão até lá super abertas a conhecer as delícias da culinária havaiana. O cardápio é construído com nomes de bairros e outras referências do Havaí de quem viu de perto e vivenciou os dias na arquipélago, que, apesar de fazer parte dos Estados Unidos, é o estado mais isolado em relação ao resto do país. E como boa comida de surfista, o Oahu traz opções leves, saudáveis e frescas, como saladas, pokes, sushis e porções, sem deixar de lado o sabor – uma boa pedida para quem quer se alimentar melhor! 

Para começar, nossos escolhidos foram o ceviche Oahu (R$ 24), com tilápia em cubos marinada no limão com tomate, cebola roxa e coentro, acompanhado de chips da casa; a porção de pastéis de shitake (R$ 29), com oito pastéis recheados de shitake na manteiga com cream cheease; o sushi Honolulu (R$ 28), com salmão tempura e cream cheese, coberto com avocado e tarê; e bolinho de salmão (R$ de 38 por R$ 18 no happy hour). Foi difícil escolher o nosso preferido, mas precisamos alertar vocês: esse foi provavelmente o melhor ceviche que a gente já comeu na vida! Leve, simples e surpreendente... ainda mais com a massinha de pastel junto, que dá uma crocância ao prato e faz toda a diferença. O sushi Honolulu também não fica muito atrás: a pegada diferente pela inclusão de ingredientes como o avocado, por exemplo, fazem com que os sabores deliciados sejam impressionantes: “A ideia é fugir da mesmice”, explica Conrado.


Porção de pastéis de shitake e o sensacional ceviche


Entre as opções de sushis, clássicos e diferentões, está o Honolulu, à frente, com avocado, que é queridinho dos clientes


Bolinho de salmão

Mas comida havaiana tem que ter poke! Então vamos a eles? Escolhemos o poke veggie (R$ 29), pra nenhum vegano botar defeito, ele é feito de arroz branco, shitake, sunomono, tomate cereja, tofu crocante com molho tarê e gergelim; poke mix (R$ 32), com arroz branco, cubos de salmão e atum marinados com molho ponzu Oahu, cebola roxa, sunomono, avocado, cebolinha e gergelim; e o famoso poke Happen de salmão (R$ 30), com arroz branco, salmão cru (há também a opção de maçaricado), sunomono, avocado, tomate cereja e cream cheese com molho especial Oahu e gergelim.

 
Poke veggie


Poke mix


Poke Happen

Segundo Rafaella e Conrado, os campeões de venda do Oahu são o poke Happen e o sushi Honolulu e, de fato, esse poke, batizado pela história do casal é realmente especial. “Nosso molhos são da casa. O Conrado morou no Havaí, então ele trouxe os molhos de lá. Esse é o nosso diferencial. A gente tem história”, completa Rafaella.

“Tudo foi feito com carinho... cada cantinho”, explica Conrado. Surpreendentemente saborosa, a experiência no Oahu superou as nossas expectativas! Além das delícias que experimentamos ao som de música havaiana, realmente dá pra sentir que lá tudo é feito com amor.

Entre os planos para o futuro, estão o de incluir sanduíches, sobremesas e também de ampliar as opções veganas, então fiquem de olho! E ah, o Oahu da R. Assunção n. 189 é pet friendly e conta com espaço kids.

 

Vai lá:

Oahu surfers food, R. Assunção, 189 – Guanabara - (43) 3066-0077 (delivery)
Horário de atendimento: de quarta à segunda, das 18h às 23h. Fechado às terças.

Oahu surfers food Gastropark,  R. Bento Munhoz da Rocha Neto - (43) 99194-8264
Horário de atendimento: de terça à sexta, das 18h às 23h; sábado e domingo, das 17h às 23h.

Facebook | Instagram | Ifood

 

*Verifique os horários e promoções nas redes sociais para ficar sempre atualizado

Você também pode gostar

Sabor personalizado pra você

Sabor personalizado pra você

14/12/2018 00:00 / POR Londrinando

Doçura pouca é bobagem

Doçura pouca é bobagem

06/12/2018 00:00 / POR Londrinando