Londrinando, mostrando o que Londrina tem de melhor!

10 documentários brasileiros que você precisa conhecer

07.08.2019 16:15 / POR Mariana Paschoal

10 documentários brasileiros que você precisa conhecer

O Dia do Documentário Brasileiro é comemorado em 7 de agosto em homenagem ao cineasta Olney São Paulo, que nasceu neste dia em 1936. Apesar da data específica, conhecer obras cinematográficas do nosso país deve ser uma tarefa diária, já que temos muita coisa boa sendo produzida por aqui.

Para te ajudar nessa tarefa e para comemorar a data, selecionamos dez documentários, entre os mais premiados, que falam de diversos temas. Confira:

Cabra Marcado para Morrer (1984)

Diretor: Eduardo Coutinho

O documentário Cabra Marcado para Morrer narra a vida de João Pedro Teixeira, que foi um líder camponês paraibano e assassinado em 1962. Apesar de ter sido lançado em 1984, o filme começou a ser gravado à época da morte do líder e interrompido em 1964 por causa do golpe militar.

Através da trajetória da vida de João Pedro, o documentário conta a história das ligas camponesas de Galiléia e de Sapé através da viúva do líder, Elizabeth Teixeira.

Cidadão Boilesen (2009)

Diretor: Chaim Litewski

O documentário conta como o ex-presidente da Ultragaz, Henning Boilesen, financiou a Operação Bandeirante, principal órgão de repressão da ditadura militar brasileira. É através da vida de Boilesen, assassinado em 1971 pela guerrilha, que o filme mostra a ligação política e econômica entre civis e militares no combate à luta armada.

Democracia em Vertigem (2019)

Diretora: Petra Costa

Documentário político e memórias pessoais se misturam nesta análise de Petra Costa sobre a ascensão e a queda dos ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff.

Dzi Croquettes (2010)

Diretores: Raphael Alvarez e Tatiana Issa

A trajetória do grupo carioca Dzi Croquettes é apresentada neste documentário que mostra como o conjunto marcou o cenário artístico brasileiro da década de 70.

O pontapé inicial das filmagens se deu quando os diretores encontraram o único registro que existe do grupo: uma apresentação em Paris.

Elena (2012)

Diretora: Petra Costa

Em Elena, a diretora Petra Costa (a mesma de Democracia em Vertigem), conta a história da irmã que viajou a Nova Iorque para realizar o sonho de ser atriz.

Duas décadas mais tarde, Petra também se torna atriz e embarca para a cidade norteamericana em busca de Elena. Apenas com pistas, filmes caseiros, recortes de jornal e um diário, Petra faz o caminho em busca dela e o registra em vídeo. Com a ajuda da mãe, Petra encontra Elena, mas, no fim, precisa deixá-la partir.

Ilha das Flores (1989)

Diretor: Jorge Furtado

Com 13 minutos intensos, o Ilha das Flores faz uma crítica ácida à sociedade de consumo através da trajetória de um tomate, desde sua plantação até ir ao lixo. Ao traçar essa linha, o curta deixa à mostra o processo de geração de riqueza e desigualdade do país.

Lixo Extraordinário (2010)

Diretores: João Jardim, Karen Harley e Lucy Walker

Lixo Extraordinário foi filmado ao longo de três anos acompanhando a visita do artista plástico Vik Muniz a um dos maiores aterros sanitários do mundo: o Jardim Gramacho, no Rio de Janeiro.

Nós Que Aqui Estamos Por Vós Esperamos (1999)

Diretor: Marcelo Massagão

Classificado como um filme-memória, o documentário faz recortes biográficos reais e ficcionais para falar sobre o século XX, a partir de pequenos e grandes personagens que marcaram a época.

Ônibus 174 (2002)

Diretor: José Padilha e Felipe Lacerda

Baseado em imagens de arquivo, entrevistas e documentos oficiais, o documentário apresenta uma investigação sobre o sequestro de um ônibus na zona sul do Rio de Janeiro.

O sequestro, que aconteceu em junho de 2000, foi filmado e transmitido ao vivo por quase quatro horas.

Uma Noite em 67 (2010)

Diretores: Renato Terra e Ricardo Calil

Com a presença de Caetano Veloso, Chico Buarque, Edu Lobo, Gilberto Gil, Roberto Carlos e outros nomes da música brasileira, Uma Noite em 67 retrata o festival que revolucionou a música brasileira.

Você já assistiu a esses documentários? Qual é o seu preferido?