Londrinando, mostrando o que Londrina tem de melhor!

Lugares para provar o melhor da comida árabe em Londrina

01.11.2019 15:21 / POR Mariana Paschoal

Lugares para provar o melhor da comida árabe em Londrina
Conteúdo patrocinado

 

O Mundo Àrabe é gigantesco e muito variado. É claro que a culinária não seria diferente. Países como o Líbano, a Síria e o Marrocos, por exemplo, levam a cozinha e a tradição muito à sério e isso é revelado em pratos típicos como o kibe cru, a esfiha, o kebab e o manakish. Em Londrina, vários estabelecimentos levam essa tradição aos cardápios. O resultado? Comidas deliciosas que a gente tanto ama! Se você é fã da comida árabe, se prepare: aqui está uma lista de alguns restaurantes maravilhosos da cidade.

Al Bába Empório Árabe

“Al bába’ em português significa “papai”. E esse nome carrega toda a carga familiar que o Al Bába Empório Árabe tem e coloca nas receitas que serve. Isso porque a história do empório começou quando um dos quatro irmãos Ibrahim veio ao Brasil, do Líbano, há 25 anos, mais especificamente a Rio Preto (SP). Foi lá que a primeira loja da rede foi aberta. Com a vinda dos outros irmãos, mais cidades receberam o empório árabe. Hoje são cinco lojas em Curitiba, uma em Rio Preto e a de Londrina, que existe desde 2015.

 

Como o próprio nome e o fato de serem irmãos à frente do negócio já entregam, o cardápio do Al Bába é formado por receitas originais de família. E o foco do restaurante, que também é um grande diferencial dos outros estabelecimentos árabes, são os doces. Fadel Ibrahim, proprietário da unidade de Londrina, investiu bastante em maquinários e mão de obra para que a produção dos doces seja impecável, mas, mesmo com uma cozinha grande e com bastantes funcionários, é ele que está sempre à frente da produção de tudo. Ele está lá todo dia, supervisionando e produzindo com os funcionários, garantindo que as receitas saiam exatamente como elas têm que sair. Em Londrina, o Al Bába é um dos principais estabelecimentos com foco em doces árabes. Ele é, inclusive, o principal fornecedor de doces da cidade e produz para a maioria dos restaurantes do gênero em Londrina.

Variedade de doces árabes

Outro grande diferencial do empório é que Fadel está sempre preocupado em trazer ingredientes de qualidade. Ele sempre viaja de volta ao Líbano para trazer especiarias, temperos, castanhas e tudo o que a culinária árabe precisa para ter aquele gostinho tão especial que a gente ama. Por isso, o cliente consegue comprar não somente os doces, que tem uma variedade gigantesca, mas também essas especiarias originais, além de salgados e refeições. O Al Bába também recebe encomendas para eventos com os doces e opções de buffet salgado presentes no cardápio. Os preços dos salgados variam de R$ 8 a R$ 14. Doces e pratos salgados são por peso. São mais ou menos 40 tipos de doce e cada 100g deles custa R$ 14,90.

Pratos salgados como kibe cru, hommus, babaganoush e coalhada

Endereço: Av. Higienópolis, 540
Horário de funcionamento: segunda-feira a sábado, das 10h às 20h; domingos, das 10h às 14h
Delivery: iFood

Facebook Instagram

Canela Cozinha Árabe

O Canela Cozinha Árabe é a prova de que não precisa ser “árabe” para servir uma comida do tipo de qualidade, respeitando as tradições e muito saborosa. Quem está à frente do restaurante é Renata Guarido, que abandonou a carreira de professora para se dedicar à culinária que ama.

Antes de virar negócio, as receitas de Renata ficavam restritas a ela e aos amigos. “Comecei a fazer coalhada e outras coisas básicas para consumo próprio e para receber amigos em casa”, relembra. “Os amigos comiam, gostavam e pediam encomendas. Aí eu comecei a fazer encomendas de coalhada, hommus e babaganoush”, continua. O resultado era positivo e Renata foi saber mais sobre o mercado gastronômico com um amigo dono de bar. As operações mais “profissionais” começaram então com a abertura do Sabor & Ar que também foi a abertura do Canela – que ainda não se chamava Canela.

Kebab de carne

O restaurante ficou quase dois anos do Sabor & Ar até mudar de novo e ir para o novo local, na Doca 120. “Nesse meio tempo aprendi a fazer várias coisas com um primo que é chef de cozinha. Estudei muitas receitas novas e aperfeiçoei as que já fazia com pesquisas sobre cozinha árabe, além de desenvolver receitas próprias”, conta Renata. É Renata que faz tudo no Canela, inclusive e esse é um dos grandes diferenciais de lá: é tudo artesanal, desde a massa do pão sírio e do kebab até o tahine (pasta feita com semente de gergelim). “Eu gosto da comida árabe e sempre frequentei muitos restaurantes. Apesar de não ter descendência, eu tento ao máximo manter os ingredientes e a tradição nos pratos”, explica.

Kibe cru (100g), vem com pão sírio, babaganoush, hommus e coalhada

Por enquanto, o cardápio do Canela conta com pratos mais típicos, mas a ideia é ampliar. Quem for lá vai encontrar o kibe cru, com o trio de pastas árabes e pão sírio (R$ 19); o kibe frito recheado com coalhada (R$ 7); kebab de carne (R$ 19) e frango (R$ 17); porção com oito kibes fritos (R$ 15) e o trio árabe, com coalhada, babaganoush e hommus (R$ 19).

Endereço: R. Ernâni Lacerda de Athayde, 120
Horário de funcionamento: segunda a quinta-feira, das 18h às 22h; sexta-feira, das 18h às 22h30; sábado, das 12h às 22h30; e domingo, das 12h às 22h
Delivery: iFood

Facebook Instagram

D’Esfihas

Cláudio Cintra era cliente do D’Esfihas quando morava em Goiânia, cidade que conta com 16 lojas da franquia. Ele e a família precisaram se mudar para Londrina e ele, então, viu a oportunidade de abrir uma unidade aqui. Deu certo. O D’Esfihas londrinense abriu as portas em junho desde ano e faz parte da lista de 25 lojas da marca espalhadas por todo o Brasil.

“O diferencial do nosso produto é que a nossa esfiha é feita todos os dias. Ela não é congelada, nem guardada pronta. Os produtos são comprados diariamente e o cliente que vier aqui sempre vai comer algo fresquinho, saído do forno na hora”, explica Cintra. A massa das esfihas é desenvolvida pela própria franquia, que pesquisou por anos até chegar ao resultado atual. E pudemos comprovar: a massa é levinha e tem muito sabor, o que casa perfeitamente com as mais de 40 opções diferentes de recheios!

Esfihas salgadas

Segundo Cintra, as de carne e queijo ainda são as preferidas e no D’Esfihas elas custam R$ 1,99/unidade. “Ainda temos combos de acordo com a quantidade de pessoas que tem para consumir. Temos combos para três pessoas, para duas, para toda a família, combos com refrigerante grátis...”, conta. E lá também tem muita promoção. De segunda a quinta-feira, por exemplo, para cada esfiha de carne comprada, a segunda sai por R$ 1. Às sextas tem geladinho grátis para as crianças e chopp a R$ 2,99 para os pais. Sábado e domingo, os combos com refrigerante grátis estão disponíveis para grupos de amigos ou família se reunirem no local.

Esfihas doces

Apesar do foco ser as esfihas, o restaurante também serve kibe frito e outras porções.

Endereço: Av. Maringá, 335
Horário de funcionamento: segunda a quinta-feira, das 16h às 23h; sexta-feira, das 16h à meia noite; sábado, das 18h à meia noite; domingo, das 18h às 23h
Delivery: iFood, Uber Eats, (43) 3354-4540

Facebook Instagram

Kiberama

Carlos Elias Dakkache Filho, junto com o pai e o tio, comandam o Kiberama atualmente. Mas a história de um dos restaurantes árabes mais famosos de Londrina começou em 1945, quando o avô de Carlos, Michel Dakkache, veio ao Brasil refugiado de uma aldeia do Líbano. Ao chegar aqui, Michel conheceu Salime, que se tornaria sua esposa. O casal, originalmente do Líbano, começou a fazer receitas tradicionais do país natal para os amigos. Os amigos, por sua vez, começaram a pedir essas comidas sempre que se encontravam com o casal – a especialidade era a esfiha. O caminho natural era transformar aquilo em negócio. E foi assim que o Kiberama nasceu, em 1965.

Quem entra no Kiberama faz uma verdadeira viagem no tempo àquela época. O restaurante funciona no mesmo lugar desde então, apenas com algumas modificações e ampliações de espaço. E a comida também é a mesma desde que o restaurante nasceu. Salime, inclusive, ainda trabalha na cozinha do Kiberama supervisionando os cozinheiros e garantindo que a receita se mantenha a mesma daquela que o casal conhecia no Líbano. “É por isso que o sabor do Kiberama é tão característico”, explica Carlos.

Esfihas abertas de carne e queijo

“A mão da Salime é um grande diferencial na nossa cozinha, além dos produtos frescos que trazem um sabor diferente e de qualidade à comida”, afirma Carlos. O sabor dos produtos confirma esses diferenciais. E além das esfihas de carne, frango e queijo e dos kibes, o Kiberama também trabalha com self service e pratos à lá carte, como carneiro grelhado, kibe cru, hommus, babaganoush, coalhada, tabule, arroz com carneiro, arroz com lentilha, kafta, charuto de repolho e charuto de folha de uva. O buffet funciona por quilo (R$ 56,90/quilo de segunda a sexta e R$ 57,90/quilo aos sábados).

Esfihas fechadas e kibe

Vale lembrar a quem quiser experimentar essas delícias: o Kiberama tem estacionamento! Ele fica na Rua Mato Grosso, 277, em frente ao Royal Plaza. Quem consumir no restaurante garante uma hora gratuita por lá. Então não precisa ficar com medo de não achar vaga, já que o estabelecimento fica bem no coração da cidade!

Endereço: R. Mato Grosso, 206 
Horário de funcionamento:  segunda-feira a sábado, das 9h30 às 22h
Delivery: iFood e Uber Eats
Facebook | Instagram

Zaatar

Zaatar não é apenas o nome de um dos restaurantes árabes de Londrina. É também um tempero muito tradicional de países como a Síria, a Jordânia e o Líbano. E é do Líbano que veio o dono e o chef de cozinha do Zaatar (dessa vez o restaurante). O proprietário do Zaatar, Amin Issa, também é dono de uma das padarias mais conhecidas da cidade: a Pandor. Ele está no Brasil há 15 anos e trouxe com ele tudo o que conhecia da culinária árabe. Quem criou as receitas foi o chef da cozinha, também do Líbano. A Joice Mendes, gerente do estabelecimento, nos explicou que todas as receitas servidas no restaurante são exclusivas, ou seja, você não vai encontrar nada parecido e nenhum outro lugar.

Entre as opções preferidas do público estão o manakish e os kebabs. São 11 tipos de manakishes e dois tipos de kebabs que vão de R$ 9,90 a R$ 16. Vale lembrar que entre essas opções, os vegetarianos e veganos são contemplados! Esfihas abertas e fechadas, kibes e refeições árabes também estão no cardápio como o kibe cru, tabule, fathi (salada com carne, pão sírio, grão de bico, coalhada e castanhas) e as pastas árabes (coalhada, babaganoush e hommus).

Esfihas abertas, kebab, manakish e kibe recheado

“Nossos principais diferenciais são que as massas dos lanches são bem finas e suaves e todos os ingredientes são frescos e assados na hora”, afirma Joice.

Esfihas fechadas e kibe frito

Endereço: R. Piauí, 544 
Horário de funcionamento: segunda-feira a sábado, das 11h às 23h
Delivery: iFood e Uber Eats
Facebook | Instagram

Qual é o seu prato árabe preferido? Por aqui, a vontade é de comer todos eles!

Obs: os preços e promoções são válidos para a data da publicação, podendo sofrer alterações sem aviso prévio das quais não nos responsabilizamos.