Londrinando, mostrando o que Londrina tem de melhor!

Crianças e adolescentes do Flores do Campo realizam exposição fotográfica

03.12.2019 15:45 / POR Mariana Paschoal

Crianças e adolescentes do Flores do Campo realizam exposição fotográfica

As crianças e adolescentes do FotoFlores – grupo de fotografia analógica formado no Residencial Flores do Campo, na região norte de Londrina – finalizaram com sucesso a campanha que pretendia levantar recursos para a realização da primeira exposição fotográfica da equipe. Lembra que falamos aqui do projeto? Pois é! A exposição fotográfica dessa meninada de olhar apurado e crítico da realidade em que vivem já é neste fim de semana, nos dias 7 e 8 de dezembro, das 12h às 18h na própria ocupação Flores do Campo. A entrada é gratuita, mas você pode contribuir levando à exposição alimentos como arroz, feijão, macarrão, fubá, óleo, café, açúcar e sal. 

O idealizador do grupo, fotógrafo e advogado Gabriel Melhado conta que, entre os benefícios decorrentes da união de forças para a exposição das fotos, está o reforço na autoestima dos pequenos. “Recebemos doações até de Nova York, nos Estados Unidos, o que deixou as crianças muito felizes, fez com que elas se sentissem importantes e valorizadas. Algumas delas também relataram que os professores, na escola, assistiram a reportagens veiculadas na mídia sobre o grupo, comentando sobre o assunto em sala de aula. Então, de fato, elas ficaram muito orgulhosas”.

Que tal fazer parte desse clima maravilhoso e ainda prestigir o trabalho incrível dessas crianças e adolescentes?  Bora para a Exposição?

Sobre o FotoFlores

Nascido de forma espontânea em abril deste ano, numa das regiões mais carentes de Londrina, o grupo é formado por crianças e adolescentes com idades entre 10 e 15 anos. Compartilhando câmeras analógicas e rolos de filmes doados ao projeto, os participantes se reúnem todos os sábados para registrar o cotidiano do Residencial Flores do Campo. O espaço foi ocupado no dia 2 de outubro de 2016 por famílias de baixa renda na luta por moradia e, atualmente, é casa para aproximadamente 140 famílias.

Fotos: acervo FotoFlores
Com informações de Danylo Alvares/assessoria de imprensa