O dia 29 de janeiro marca o Dia da Visibilidade Trans no Brasil. A data foi definida em 2004, quando lideranças do movimento pelos direitos de pessoas trans foram até o Congresso Nacional para o lançamento da campanha "Travesti e Respeito". A campanha foi lançada em parceria com o Ministério da Saúde à época para promover uma discussão e incentivar a inclusão social de travestis e transexuais.

De lá para cá, o Brasil avançou em algumas questões, retrocedeu em outras, mas pessoas trans e travestis ainda encontram muitos obstáculos e desafios na vida em sociedade. Alguns dos direitos conquistados, no entanto, são os seguintes:

- Nome social e requalificação civil
- Cirurgia de redesignação sexual para mulheres e homens trans no SUS a partir dos 18 anos
- Terapias hormonais liberadas pelo SUS a partir dos 16 anos

Para um país que continua em primeiro lugar no ranking de assassinatos de travestis e transexuais (ONG Transgender Europe, 2018), esses direitos são uma mínima parcela do que ainda precisa ser feito. Para levantar a discussão e para aumentar a conscientização e visibilidade para essa comunidade no dia de hoje, selecionamos alguns YouTubers trans para você conhecer e entender um pouco da realidade de quem não se enxerga no corpo que tem. Confira:

Lucca Najar

Lucca Najar é um homem trans, criador de conteúdo, inspirador digital, pesquisador e militante LGBTQI+. Ele está à frente do canal de YouTube que tem como objetivo abordar temas LGBTQI+ e, principalmente, sua experiência como homem trans de maneira bem humorada e didática.

Mandy Candy

Amanda Borges é uma youtuber e streamer. O canal Mandy Candy é seu canal principal. É lá que ela conta um pouco sobre a sua experiência como mulher trans. Alguns dos vídeos abordam, por exemplo, como ela convive com traços masculinos, como foi a fase em que ela escondia que ela trans, como ela lida com relacionamentos amorosos e experiências com relacionamentos abusivos.

Thiessita

Assim como o canal Mandy Candy, o YouTube da Thiessita - uma mulher trans - trata de assuntos do cotidiano de uma pessoa trans. Os vídeos mostram como foi a transição de gênero dela, como são os relacionamentos amorosos dela e como ela lida com atividades e situações do dia-a-dia sendo transexual.

Transdiário

Luca Scarpelli está à frente do canal Transdiário que tem como objetivo contar às pessoas como é a transição de um homem trans e a experiência dele nesse proccesso.

Nikkie

Em Nikkie Tutorials, a norteamericana Nikkie não aborda especificamente o assunto, mas, por ser uma mulher trans, merece e visibilidade. No canal, ela apresenta tutoriais de maquiagem desde as mais simples até a mais elaborada.

A garantia de direitos e a inclusão social de travestis e pessoas trans devem ser pauta todos os dias e não somente no dia de hoje. Como afirmou a cartunista Laerte em seu perfil do Twitter hoje: "que toda gente trans possa existir em liberdade, paz e luta".

Publicidade

Publicidade

Como anunciar?

Mostre sua marca ou seu negócio para Londrina e região! Saiba mais